Pular para o conteúdo principal

Sobre o ano de 2013

Estamos começando o ano 2013 do calendário gregoriano. Este é o calendário que seguimos, mas vale lembrar que outros existem, como os abaixo citados: Calendário budista ano Buda 2579 Calendário armênio ano 1462 Calendário chinês-ano 4709-4710 –ano da serpente, início 10/02 Calendário hebraico ano 5773-5774 Calendário islâmico ano 1434-1435 Calendário rúnico ano 2263 * Esta é uma prova de que tudo o que se pode prever para um ano baseando-se em números, portanto, é relativo, pois nem todas as pessoas seguem o mesmo calendário. Mas como a maioria dos povos conta o tempo pelo calendário gregoriano, é nele que fundamentamos nossas observações. Isto posto, procedemos às análises dentro de parâmetros que fazem sentido para nós, de acordo com as informações de que dispomos e de símbolos que possuem um significado para nossa cultura. Para muitos, pode não fazer o menor sentido, mas para outros tantos, ajuda a dar um direcionamento aos propósitos de vida para o novo ciclo que se inicia. A soma dos números do ano, 2 + 0 + 1 + 3, resulta no número 6; por isto, este é um ano regido pela energia do número 6, com influência de todos os outros números e dezenas que o compõem. Além de meramente números, para nós tarólogos, estes signos (que são os números) estão associados a Arcanos do Tarô e é isto que tomamos como base para avaliar como pode vir a ser este ano. É como se o ano trouxesse uma proposta, uma energia que o regerá, que poderá manifestar-se ou não na vida de cada pessoa, mas a carga energética potencial está presente e à disposição para quem quiser acessá-la, sintonizar-se com ela e usufruir dela da melhor forma possível. A carta 2 do Tarô é A Sacerdotisa, e ela rege o milênio que estamos, por isto vivemos a era da Deusa, o retorno do culto à Deusa e o resgate de valores femininos primordiais, como a preservação da Natureza e da vida. O zero, O Louco, representa a inovação, o inesperado, o desconhecido, a energia primeva, instintiva necessária para se abrir os olhos a cada manhã e começar os dias, sem saber ao certo o que ele nos trará. Tratando-se do zero na composição do número do século em que vivemos, ele nos lembra que estamos apenas no primeiro momento de grandes transformações que são, por natureza, imprevisíveis, caóticas e espontâneas. Estamos na segunda década, do primeiro século do terceiro milênio. Situados, podemos prosseguir nosso caminho com mais segurança e tomar as atitudes necessárias para o bem estar coletivo na hora em que as decisões precisam ser tomadas para isto. Esta consciência de tempo, espaço e a prontidão nas atitudes estão representadas pelo Arcano 20, O Julgamento, que une o saber teórico da Sacerdotisa e o aprendizado empírico do Louco, com suas atitudes e respostas instintivas e intuitivas. O número que situa inconfundivelmente o ano em que estamos é o 13. No tarô, a carta A Morte foi associada a este número. Tido por muitos como um número de azar, para outros tantos é visto como um número favorável, estas pessoas em geral são aquelas mais destemidas, decididas, auto confiantes e confiantes no seu Poder Superior, seja ele qual for; pessoas que costumam encarar de frente os problemas dispostas a resolvê-los, sabendo que para isto precisa-se tomar consciência plena deles para depois, transformá-los. A energia que o 13, A Morte, traz para o ano é de mudanças radicais, de final de problemas que vinham se arrastando; A Morte traz definição e libertação. Para quem estava em um ano 12, O Pendurado, A Morte é lucro. Este ano tem tudo para ser muito melhor do que o ano anterior, onde as saídas não estavam tão visíveis, as situações em suspenso e os relacionamentos, indefinidos. Neste novo ano, tudo tende a esclarecer-se, cumpriu-se um ciclo de 12 anos, agora, inicia-se um novo cliclo de 12 anos. O 13 é o primeiro ano de uma nova etapa a ser cumprida, mas não há peso nisto e sim alívio por ter diante de nós o novo: nova oportunidade, nova fase da vida. Sente-se isto a cada início de ano, mas neste, especialmente, por isto, tendemos a estar mais esperançosos que os maiores problemas que nos acompanharam até aqui, tenham uma solução, finalmente. O 13 é formado pelo 1, O Mago, e o 3, A Imperatriz, que somados, formam o 4, O Imperador. É, portanto, um número carregado de poderosas energias criativas realizadoras - masculinas e femininas – que somam-se para concretizarmos nossos planos e empreendimentos com sucesso. A síntese do ano é o número 6, Os Enamorados, a carta do Amor, que também ficou associada à dúvida, à necessidade de escolhas, aos relacionamentos amorosos e familiares. Coletivamente, o ano favorece o fim de conflitos com a prevalência do amor universal, que pode-se traduzir por fraternidade. Para a ONU, 2013 será o Ano Internacional de Cooperação pela Água. E ainda: Em 30 de março teremos o Fórum Social Mundial 2013 na Tunísia. Terá como eixos temáticos: "Por um aprofundamento radical dos processos revolucionários e da descolonização no sul e no norte”; "Por um mundo sem hegemonias nem dominações imperialistas”; "Por uma sociedade humana fundada sobre os princípios e os valores da dignidade, da diversidade, da justiça e da igualdade entre todos os seres humanos”; "Pela construção de processos democráticos de integração e de união entre os povos”; "Pela construção de alternativas ao capitalismo e a mundialização”. ** Que as melhores promessas e intenções se realizem. Texto de Cláudia Hauy, em 01 de janeiro de 2013 * ** fonte: Pesquisa do Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior, do Departamento de Ciências da Religião da PUC-SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Método de jogo da Mesa Real, ou Grand Tableau, no Baralho Petit Lenormand, o Baralho Cigano.

Sobre as consultas on-line

Atualmente, é complicado locomover-se pelas cidades grandes. Além disso, com a correria diária, não sobra tempo para procurar um terapeuta e cuidar de si.
Pensando em todos que precisam de aconselhamento na área Holística, criei as consultas on-line há mais de 10 anos. Hoje, profissionais de todas as áreas atendem dessa forma.
A troca de energia não se dá pela presença física. Se fosse assim, não haveria técnicas de cura à distância, relacionamentos afetivos virtuais e nem alegria ao se comunicar com um parente que esteja em outra parte do mundo, quando se conversa com ele, por exemplo.
Além da economia de tempo, existem várias razões que tornam as consultas de oráculos e terapias on-line tão eficazes para os clientes. A seguir, apenas algumas delas:
1. A escolha do profissional: a pessoa pode ser atendida pela terapeuta que deseja, independente de que parte do mundo ela reside. 2. A objetividade: o ambiente on-line é menos dispersivo e proporciona que se dê mais foco ao que realmen…

Última Lua Minguante de 2017

Estamos na última fase de Lua Minguante do ano de 2017, momento ideal para ritualizar o fim de todas as dificuldades para que uma nova fase comece na sua vida pessoal e profissional, mentalizar a solução de todos os problemas que o afligiram, o afastamento das inimizades e de toda a negatividade. Aproveite para finalizar tudo o que estiver pendente, resolver todos os assuntos que lhe incomodaram ao longo do ano e, por vezes, há muitos e muitos anos, uma vez que este ano foi regido pelo planeta e pelo Deus Saturno, Senhor do Tempo. É hora de banir as dores, os amores que não deram certo, os problemas de saúde, medos, inseguranças e crises, a palavra que esteve na mente de tantos brasileiros. No seu banho diário, mentalize que a água que cai, o limpa de todos os seus problemas, de tudo de ruim que tem enfrentado, de todos os inimigos internos e externos, pensamentos e sentimentos negativos; pise na terra descalço quando puder, visualize luz branca sobre você e sobre as pessoas que ama,…