Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Que seria de mim se não fosse uma pessimista?

Uma pessoa sempre tem algo de pessimismo, seja em maior ou menor grau. Posso estar me justificando, mas eu acho têm, sim. Hoje é dia 1º de janeiro de 2011, e espero que esse ano seja ótimo.
O tabu do pessimismo é como eu defino essa certa obrigatoriedade em ser otimista, em ser positivo. Aliás, detesto quando as pessoas falam em ter “positivismo”. Po, positividade, né, galera?! Positivismo é uma linha de pensamento de Augusto Comte, nada a ver com ser otimista. Se me disserem que eu tenho que ser positivista, eu nego.
Hoje é um dia em que temos que ser otimistas, devemos ser, é bom que sejamos, não custa ser. Isso é ter positividade.
Eu tento ser otimista, alegre, moderadamente, não esfuziante, que eu tenho um certo nojo de extremos, mas, durante anos eu fiz vários rituais na passagem do ano, nas duas meia-noites, inclusive; e, não posso dizer que não fui protegida, mas não “bombou” nada, também.
Então, este ano, resolvi não fazer nada. Vamos ver o que rola. Que venha o que vier, eu saiba…